BONS NEGÓCIOS
BUSCADOR DE FRANQUIAS
VER TODAS
Francap
Grandes redes abrem lojas em Florianópolis
A cidade de Florianópolis vai receber pelo menos 10 novas grandes redes de varejo. Nomes como Riachuelo, Zara, Ri Happy, Calvin Klein, Brooksfield, Le Lis Blanc e Saraiva farão sua estréia no Estado nos próximos meses, agitando o setor varejista.

Essas redes, que, em geral, já mantinham operação nos demais Estados do sul, apostam na capacidade que os dois novos shopping centers da capital - Floripa Shopping e Iguatemi Florianópolis - terão de atrair público. O primeiro tem inauguração prevista para a próxima semana, e o segundo, em março de 2007.

Uma das mais agressivas na chegada ao Estado é a loja de brinquedos Ri Happy, que vai abrir uma loja em cada um dos novos shoppings. O diretor comercial da empresa, Ricardo Sayon, diz que há cinco anos a Ri Happy estabeleceu como meta abrir filiais nas principais capitais, de forma a ser reconhecida como uma rede nacional.

Depois da investida no Nordeste a partir de 2001, a empresa chegou com mais força no sul, abrindo nova unidade no Paraná em 2004, mercado que entrou há cerca de 15 anos. A empresa viu os novos shoppings como oportunidade para novos pontos comerciais e, para Sayon, os investimentos devem ser ainda maiores na região Sul. "Também pretendemos chegar ao Rio Grande do Sul, mas ainda estamos em negociações", diz Sayon, que não divulga valor de investimentos.

A chegada da Ri Happy em Florianópolis será acompanhada de outros varejistas, com projetos similares de expansão da rede. A mineira Centauro irá, a partir de uma loja no Floripa Shopping, dar início a um novo modelo, a quarta geração de lojas, em que haverá uma divisão ainda maior das áreas de cada esporte dentro da própria unidade. De acordo com o presidente da empresa, Sebastião Bomfim Filho, os investimentos somam R$ 5 milhões em Florianópolis, e o modelo implantado deverá ser em breve adaptado pelas demais unidades da marca pelo país. A Centauro hoje está concentrada no Sudeste, fez investimentos em 2005 na porção Nordeste, e agora pretende ser mais agressiva no Sul.

Segundo ele, a região Sul representa cerca de 8% do faturamento do grupo, que também tem lojas By Tennis, e poderá representar até 25% em três anos com as novas investidas. Bomfim já tem dito que não pretende fincar seus investimentos só em Florianópolis. Em recente visita ao Estado, também pesquisou pontos em Blumenau e Balneário Camboriú.

Os novos investidores de Santa Catarina foram atraídos pela grande oferta de espaços em shoppings principalmente na capital do Estado. O Floripa Shopping e Iguatemi Florianópolis iniciaram as obras quase ao mesmo tempo e disputam desde então a comercialização dos espaços, uma situação atraente para os investidores. Em alguns casos, também pesou na decisão o fato de as marcas já estarem presentes em Curitiba e Porto Alegre, o que facilita a distribuição de mercadorias para os novos pontos e a unificação de investimentos em mídia para toda a região Sul, além de ações combinadas em pontos de venda.

Parte dos investidores também se animou com a "nova" Florianópolis. Alguns não conheciam Florianópolis, outros tinham passado a temporada de verão na cidade há muito anos e não tinham ainda verificado a mudança dos anos mais recentes, quando Florianópolis passou a receber um fluxo ainda mais intenso de migrantes, principalmente de São Paulo, impulsionados pela divulgação do seu alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

"Achamos que o hábito de consumo em Florianópolis será muito próximo ao que verificamos nas nossas lojas em São Paulo", diz Marcílio Pousada, diretor-superintendente da rede de livrarias Saraiva, que fez pesquisas de mercado e abrirá sua primeira unidade catarinense no Iguatemi Florianópolis. A nova loja abre concorrência em um segmento que tinha como grandes redes no Estado apenas a Siciliano e a rede de Livrarias Curitiba (também dona da rede Livraria Catarinense).

Pousada almeja a liderança dos negócios na região Sul, e vê com interesse as cidades de Joinville e Blumenau. Os investimentos em Florianópolis devem ficar próximos a R$ 2,5 milhões, compondo um projeto de expansão iniciado em 2005 de abertura de 11 novas lojas até 2008. Hoje a Saraiva tem 15 lojas no conceito de megastore (empreendimento de grande porte) pelo país.
icon facebook
icon facebook
Rua Pedroso Alvarenga, 1046 - 14º Andar - Itaim Bibi - São Paulo/SP | Tel. (11) 5180-5555 | Fax. (11) 3079-1998
desenvolvido por Criamix
NEWSLETTER