BONS NEGÓCIOS
BUSCADOR DE FRANQUIAS
VER TODAS
Francap
7 dados que você precisa ter antes de escolher uma franquia
Veja como conduzir a conversa com os atuais franqueados da rede para tomar a melhor decisão

São Paulo – Quem pretende investir em franquias precisa conhecer a fundo a rede mesmo antes de assinar o contrato. Para ajudar nesta tarefa, a lei determina que a franqueadora forneça os contatos de franqueados e ex-franqueados na chamada Circular de Oferta de Franquias, a COF.

Com esta lista em mãos, o empreendedor deve buscar os empresários e entender como é o dia-a-dia da franquia na visão de quem realmente opera o negócio. “O principal é entender o grau de satisfação do franqueado com a rede e a franquia”, indica André Friedheim, sócio da Francap.

Este é também um passo importante na tomada de decisão. Muitas vezes, o futuro franqueado fica muito empolgado com as informações recebidas da rede que não percebe a importância de checar os dados. “É o momento de começar a se aprofundar no que interessa”, diz Lyana Bittencourt, sócia do Grupo Bittencourt.

O ideal é falar com o máximo de pessoas possível, inclusive as que já se desligaram da rede. “Tem que falar com uma base representativa de franqueados, uns 10%, por exemplo. O segredo vai ser conversar com um mais antigo e maduro e um que acabou de iniciar”, afirma Friedheim. Veja sete perguntas que você precisa fazer aos franqueados antes de tomar uma decisão.

1. A franqueadora auxiliou na abertura?
A implantação da franquia é essencial para começar o negócio com o pé direito. Pergunte aos franqueados se a rede foi transparente nas informações dadas e quando tempor demorou todo o processo desde a venda de franquia até a abertura. “Pergunte se a rede auxiliou o franqueado na captação do ponto comercial, se assessorou com um cronograma de atividades na implantação da franquia, se os valores de investimento se comprovaram com a realidade dos gastos e se o franqueador deu suporte na contratação de funcionários”, sugere Friedheim.

2. Os produtos têm a qualidade prometida?
Outro fator importante é avaliar se a qualidade dos produtos recebidos pela franquia corresponde com o prometido. “Entenda se há transparência nas informações sobre o negócio e se a qualidade dos materiais de venda condizia com a realidade”, indica o consultor da Francap.

3. Como são os treinamentos e as visitas de campo?
Quem investe em franquias conta com o conhecimento do franqueador para fazer o negócio dar certo. Por isso, avaliar os treinamentos é essencial. “Veja quais foram os conteúdos teórico e pratico, se o prazo de treinamento foi suficiente para absorver as técnicas e segredos de negócio, se teve treinamento nas áreas administrativa, financeira e de gestão”, diz Friedheim. Lyana complementa que este fator deve ser decisivo na hora de investir. “Entenda como é o suporte da rede e se ele complementa onde eu não tenho pontos fortes”, afirma a consultora.

4. Por que desistiu da franquia?
Quando falar com algum franqueado que saiu da rede nos últimos doze meses, entenda os motivos que levaram ao desligamento. “Pode ser um motivo pessoal, mas pode ser por uma questão de erro no ponto comercial, ou a expectativa que era maior”, diz Lyana.

5. Como é o negócio financeiramente?
Todo o suporte do franqueador é importante. Mas o resultado financeiro do negócio também precisa ser levado em conta. “Um ponto a perguntar poderia ser como se comporta a equação financeira do negócio, alguns vão ter sazonalidade, outros terão descontos nas épocas de liquidação. Precisa entender quanto isso impacta para se preparar com capital de giro”, diz Lyana.

6. O marketing ajuda?
Nas franquias, há o marketing geral da rede e o local, essenciais para reforçar a marca e atrair novos clientes. “Veja se o franqueador dá suporte no marketing o local, se usa bem o fundo de propaganda e se dá suporte”, indica Friedheim. Além disso, pergunte ao franqueado que tipo de ação traz um retorno melhor. “Entenda deste franqueado que ações de marketing geram mais resultado”, diz Lyana.

7. A sua expectativa foi cumprida?
O grau de satisfação, como indicam os especialistas, é uma das informações mais importantes. “Pergunte o grau de satisfação com o desempenho do negócio, com a imagem da empresa no mercado e perante os consumidores, com o retorno do investimento e o grau de confiança transmitido pelo franqueador na gestão de redes de franquias”, indica o consultor da Francap.
Além disso, esta experiência pode ser uma forma de aprender com quem já empreende. “Veja o que ele considera fator de sucesso para o negócio se viabilizar”, afirma Lyana.

FONTE: Exame.com
icon facebook
icon facebook
Rua Pedroso Alvarenga, 1046 - 14º Andar - Itaim Bibi - São Paulo/SP | Tel. (11) 5180-5555 | Fax. (11) 3079-1998
desenvolvido por Criamix
NEWSLETTER