BONS NEGÓCIOS
BUSCADOR DE FRANQUIAS
VER TODAS
Francap
284 quer expandir marca com franquias
Dinho Tranchesi fala sobre o sucesso da fast fashion e como pretende crescer ainda mais.

A 284, marca de fast fashion criada em 2008 pela terceira geração Daslu (Bernardino, Luciana e Marcella Tranchesi e Helena Bordon), é um sucesso de vendas. Antenada nas tendências de moda, para o público jovem e urbano, a marca oferece amplo leque de produtos - de acessórios e roupas para o dia a dia a outras para ocasiões mais especiais, para garotos e garotas - sob a batuta de um trio de it girls ícones de estilo. O nome é uma referência ao primeiro endereço da Daslu, na Rua Domingos Leme, em São Paulo, e a primeira unidade da marca funcionava na Villa Daslu. Hoje, com dez lojas próprias (em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba e Campinas) e presente em mais de 150 multimarcas pelo País, a 284 deve crescer ainda mais, com a implantação de franquias, a partir do ano que vem. O sócio-diretor Dinho Tranchesi contou ao iG Moda sobre o modelo de negócio e os planos de expansão em entrevista exclusiva.

iG Moda: Quantas lojas da 284 há hoje? Quais os planos de expansão?
Dinho Tranchesi: Hoje temos dez lojas próprias e vendemos em mais de 150 lojas multimarcas em todo Brasil. Abrimos duas lojas este ano, no Rio de Janeiro e em Brasília. Em 2013 queremos continuar crecendo e expandindo. Estamos formatando um modelo de franquia, que está quase pronto, e queremos começar a abrir franquias a partir do ano que vem. Temos a intenção de entrar em outros Estados. Recebemos muitos pedidos de abertura de loja nas principais cidades do Brasil e temos uma receptividade muito boa do nosso produto nas multimarcas que atuam nessas praças.

iG Moda: Qual a porcentagem de crescimento da 284 em 2011? Qual a expectativa para 2012?
Dinho Tranchesi: Dobramos de tamanho de 2010 pra 2011. Este ano vamos crescer quase 50%. Queremos seguir nesse caminho daqui pra frente.

iG Moda: Como expandir uma marca tão rapidamente? O que é preciso cuidar para que não haja queda na qualidade e para que esse crescimento seja saudável?
Dinho Tranchesi: Temos uma equipe muito boa e motivada e tentamos nos planejar bem para manter um crescimento saudável, mas acredito que problemas e erros sempre vão existir e o mais importante é respondermos o mais rapidamente possível para consertá-los. Para termos um crescimento saudável, é preciso ter sempre o cliente acima de tudo. Temos de trabalhar para fazer produtos que o encante e para estar em pontos estratégicos nas cidades.

iG Moda: Como é o processo de criação?
Dinho Tranchesi: Temos cinco estilistas. É uma equipe bem antenada, que busca tendências 24 horas. A pesquisa é feita o ano inteiro, em sites, revistas e na rua. Hoje tudo muda muito rápido, não dá para se inspirar de uma só maneira. Temos de estar constantemente informados. Elas viajam pelo menos quatro vezes ao ano para ver o que está acontecendo e antecipar tendências.

iG Moda: A produção é toda terceirizada? Como fiscalizar as oficinas para não correr o risco de passar por problemas, como a Zara?
Dinho Tranchesi: A produção é toda terceirizada. Antes de abrir novos forncededores costumamos visitá-los e entender como eles trabalham. Hoje temos fornecedores muito bons e confiáveis, que já são nossos parceiros há bastante tempo.

iG Moda: Qual o público-alvo da 284?
Dinho Tranchesi: Nosso público é o feminino e masculino, jovens das classes A e B. O público que se identifica com a 284 tem espírito jovem, multitribal, irreverente, cool, urbano e é formador de opinião dentro de sua tribo.

iG Moda: A que vocês creditam o sucesso da marca? Qual a ‘fórmula de sucesso’ da 284?
Dinho Tranchesi: Acho que a 284 tem muito do que o jovem busca hoje. A gente não vende só o produto, vendemos um lifestyle parecido com o que eles estão buscando. Tentamos fazer com que ele se identifique com a marca como um todo.

iG Moda: Como conquistar novos clientes?
Dinho Tranchesi: Observando o lifestyle e o comportamento dos consumidores, desenvolvendo produtos e ações que os surpreendam, assim como todas as ações realizadas na 284. Estamos sempre atentos às tendências de comportamento que movem nosso público-alvo, o que exige estar em constante mudança e nos reciclar sempre para que nunca deixamos de ser objetos de desejo para esses jovens.

iG Moda: Ter as meninas, que são consideradas ícones de estilo, à frente da marca, influencia no resultado?
Dinho Tranchesi: Sim, as meninas são inspiração para muitas das jovens que consomem a marca. Porém, falamos com todos os tipos de tribo.

Andressa Zanandrea | 30/07/2012 16:39:19
icon facebook
icon facebook
Rua Pedroso Alvarenga, 1046 - 14º Andar - Itaim Bibi - São Paulo/SP | Tel. (11) 5180-5555 | Fax. (11) 3079-1998
desenvolvido por Criamix
NEWSLETTER