BONS NEGÓCIOS
BUSCADOR DE FRANQUIAS
VER TODAS
Francap
Villa-Lobos troca marcas menos famosas por grifes
Inaugurado no ano 2000, o shopping Villa-Lobos está aproveitando a segunda rodada de negociações com os lojistas para trazer marcas mais sofisticadas. Como os contratos de locação costumam expirar em cinco anos, vários deles estão, neste momento, chegando ao fim. Lojas menos conhecidas, que abriram suas portas quando o shopping ainda não estava consolidado, estão de saída, cedendo espaço para nomes mais famosos.

Entre as lojas que abriram recentemente suas portas ou estão prestes de se ser inauguradas no Villa-Lobos estão a Zara, Fast Shop, Osklen, Calvin Klein Jeanswear e Underwear, Speedo Concept Store (novo formato de loja da rede), New Order, Fit, Varandas, Lee e Stroke. Entre os restauramtes, o shopping fechou com o Burger King e o Montana Grill. As lojas que ficaram também tiveram de investir para adequar-se ao novo posicionamento do shopping center. Nesta lista estão a Canal, M.Officer, Kopenhagen e Fility.

A sofisticação do mix faz parte de uma nova etapa do empreendimento, que terá acoplado a ele um condomínio de nove torres de apartamentos e que começará a ser entregue em outubro de 2007. Os apartamentos mais baratos custam R$ 1,6 milhão e o mais caros não saem por menos de R$ 3,8 milhões. No entanto, uma cobertura já foi negociada por até R$ 4,7 milhões.

"A construção dessas torres já estava prevista desde o início do empreendimento", afirma Claudio Vaz, superintendente do Villa-Lobos, que é controlado por cinco grupos: Ecisa, Oscar Americano Empreendimentos (OA), João Carlos Paes Mendonça (JCPM), Sogin e Terras Novas. A grupo OA Empreendimentos é também a incorporadora responsável pela construção do condomínio residencial. Das nove torres previstas, oito estão sendo erguidas e, segundo Vaz, 80% dos apartamentos já foram vendidos.

O condomínio - que contará com cerca de 250 apartamentos e um número estimado de 1000 residentes - terá um acesso exclusivo ao shopping Villa-Lobos, que aposta em um aumento de mais de 25% em vendas.

O novo shopping Cidade Jardim, que está sendo construído pelo grupo JHSF, também segue um modelo semelhante ao do Villa-Lobos. O empreendimento terá acoplado a ele um condomínio de apartamentos de alto padrão.

Segundo Vaz, a valorização da região como uma área residencial determinou a opção por um condomínio de alto padrão.

Os maiores gargalos do Villa-Lobos hoje são a área de estacionamento e a falta de espaço para uma possível expansão. As pesquisas mostram que 96% das pessoas vão ao shopping de carro. "Não temos grandes áreas disponíveis", afirma Vaz. Isto limita, segundo ele, a entrada, por exemplo, de lojas de departamentos ou academias.
icon facebook
icon facebook
Rua Pedroso Alvarenga, 1046 - 14º Andar - Itaim Bibi - São Paulo/SP | Tel. (11) 5180-5555 | Fax. (11) 3079-1998
desenvolvido por Criamix
NEWSLETTER